Começo com um poema de amor

Serenos cabelos de perene fulgor
S’ agitam em ti voluptuosos.
E os teus olhos garbosos
São a seiva do meu amor.
 
Por onde andas quando só penso em ti?
Onde estás nos dias que não te vejo?
Já a tua voz ao longe me aquece o coração
E eu penso…
Quando sentirei o calor dos teus lábios nos meus.
 
 
 
Comecei com um poema da minha autoria, agora só devo escrever daqui a cinco anos.

Sobre Sérgio O. Marques

Licenciado em Física/Matemática Aplicada (Astronomia) pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Mestre em Matemática Aplicada pela mesma instituição, desenvolvo trabalho no PTC (Porto Technical Centre) - Yazaki como Administrador de bases-de-dados. Dentro o meu leque de interesses encontram-se todos os temas afins às disciplinas de Matemática, Física e Astronomia. Porém, como entusiasta, interesso-me por temas relacionados com electrónica, poesia, música e fotografia.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

2 respostas a Começo com um poema de amor

  1. Céu diz:

    Se queres a opinião de uma maluca, não devias esperar tanto tempo para voltar a escrever…

  2. Cristina diz:

    oh so passionate!!🙂
    hope all is well with you man!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s