Coisas da vida

Passam por mim coloridas,
Umas nuas, outras vestidas
Com andar inebriante.
São as meninas da moda
Que me deixam delirante.
 
Algumas de pálida tez,
E outras morenas talvez
Deixam no ar a fragância
Que delicia os transeuntes.
Esta invulgar inconstância
 
Espevita os maridos
Das senhoras respeitosas,
As quais ficam invejosas
Dos seus belos meneares.
Fecho os olhos e suspiro.
 
Eu queria tê-las todas
Todas elas só p’ra mim
Como flores num jardim
Ou rosas num roseiral.
Pudesse eu… dar-lhes guarida.
 
Mas são as coisas da vida.
São p’ra ver e não tocar
Senão vão levar a mal.
São as menincas da moda
Que me fazem delirar.

Sobre Sérgio O. Marques

Licenciado em Física/Matemática Aplicada (Astronomia) pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Mestre em Matemática Aplicada pela mesma instituição, desenvolvo trabalho no PTC (Porto Technical Centre) - Yazaki como Administrador de bases-de-dados. Dentro o meu leque de interesses encontram-se todos os temas afins às disciplinas de Matemática, Física e Astronomia. Porém, como entusiasta, interesso-me por temas relacionados com electrónica, poesia, música e fotografia.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s