Quando por mim ela passa

Quando por mim ela passa,
Nem dá conta. Passa ela
Dando ar de sua graça.
Como é linda, como é bela.
Flutua como o vento,
Voa alto com o tempo,
Por mim passa e não espera.
Poder abraçá-la… quem me dera!
Poder tê-la… uma quimera.
Passa por mim fugidia,
Bravia de atarantar.
Ela parece uma estrela
A espreitar no horizonte
Sem receio de luzir.
Escorre como a água da fonte
E por mim passa a rutilar.
Sei decerto que um dia
Lá terei de acenar
Para poder ir com ela.
Passa por mim, como é bela.
Tem a forma de uma estrela
Para eu poder seguir.
Vou segui-la, minha estrela.
Como é linda, como é bela,
Como pode ser fugaz.
Não a vou deixar partir
Sem poder dormir em paz.

Sobre Sérgio O. Marques

Licenciado em Física/Matemática Aplicada (Astronomia) pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Mestre em Matemática Aplicada pela mesma instituição, desenvolvo trabalho no PTC (Porto Technical Centre) - Yazaki como Administrador de bases-de-dados. Dentro o meu leque de interesses encontram-se todos os temas afins às disciplinas de Matemática, Física e Astronomia. Porém, como entusiasta, interesso-me por temas relacionados com electrónica, poesia, música e fotografia.
Esta entrada foi publicada em Poemas. ligação permanente.

2 respostas a Quando por mim ela passa

  1. Venus diz:

    Uau!!!!
    Tá de tirar o fôlego…
    Adorei!!!
    Algo me diz que tem aqui um homem apaixonado e o amor é o sentimento mais saboroso de se sentir…
    Beijo com saudades.
    Márcia

  2. Venus diz:

    Olá, Sergio!!!
    Teu comentário me fez refletir sobre a imagem que devo passar, em virtude das escolhas dos poemas ou do pouco que escrevo de minha autoria. Por isso achei justo vir te contar um segredo… Sou adepta à cumplicidade, afinidade e amizade… com estes ingredientes acredito na capacidade de um amor verdadeiro e então… somente então o fervor do amor carnal acontece naturalmente e deliciosamente tb.
    A tua ‘descoberta’ é a descoberta de muitas pessoas, inclusive a minha… Nada na vida tem sentido se estivermos sós e com quem compartilhar, seja as alegrias ou as tristezas, seja o dividir a cama apenas para dormir ou para entrega de dois corpos que clamam por carinho e toque… e isso só tem efeito qdo estamos com quem amamos.
    Um beijo grande.
    Márcia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s