Vem

Vem cá mulher bela
Pois o meu coração por ti clama
Vem cá, anda singela
Vem ver a quem te ama.
Vem ditosa, minha querida
Vem fermosa, minha vida
Encontrar a minha graça.
Vem já, vem ligeira
Vem agora que o tempo passa,
Vai e não volta atrás.
Vem aqui, p’ra minha beira
Abraçar este meu abraço
Que te tanto carinho traz.
Vem, pois tudo por ti faço.
Vem luz que m’alumia
Em cada dia que vai e vem
Vem dar-me voz, vem alegria
Vem e canta comigo também.
Vem mão de flores aos molhos
Vem paixão, vem sem demora
Vem acalmar meus olhos
Pois cada um só por ti chora.
Vem cá linda princesa
Vem graciar-me beleza
Vem fazer-me riso sincero,
Enquanto aguardo, desespero.
Vem fogo, vem calor
Vem candura, vem amor,
Vem comigo voar,
Vem, que te quero amar.

Sobre Sérgio O. Marques

Licenciado em Física/Matemática Aplicada (Astronomia) pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Mestre em Matemática Aplicada pela mesma instituição, desenvolvo trabalho no PTC (Porto Technical Centre) - Yazaki como Administrador de bases-de-dados. Dentro o meu leque de interesses encontram-se todos os temas afins às disciplinas de Matemática, Física e Astronomia. Porém, como entusiasta, interesso-me por temas relacionados com electrónica, poesia, música e fotografia.
Esta entrada foi publicada em Poemas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s