Um cinzento só

No século de setecentos talvez,
Ouvia o neto, o avô, seu saber
Num tempo que, no mundo eram só três,
Os pinheiros erguidos ao amanhecer.
Árvores raravam o cinzento da paisagem.
As pedras escuras, foscas, escurecidas
Pelo breu do consumo coravam a imagem
Do preto e branco das cores sumidas.
O verde há muito esqueceu o quadro
Azul do céu, melancolia enublada,
Choro ácido sobre o mar irado.
O constante silêncio é som de nada.
Dizia, então o velho, franzindo a fronte:
Há muitos anos atrás, não era assim.
Cobria, verdejante, um manto cada monte,
Cada planície, cada vale, numa cor sem fim.
Havia pássaros pipilantes, bailarinos
Voavam pelos ares, numa algazarra,
Festa de encantar dos pequenos paladinos
E os peixes no oceâno eram farra.
Os brilhantes raios de sol raiavam
Os límpidos areais banhados de sal
Macios, sedosos, fragrantes, emanavam
Fragrância a fresco e maresia jovial.
Deslumbrantes seres ornavam o planeta,
De vida de um equilíbrio quase perfeito,
Estrénuo movimento de solitário cometa,
Tão terno calor que nos aquecesse o peito.
O menino perscrutava atento e sonhava
O seu futuro. Do passado nada esperava,
Morto e enterrado nos livros de velha capa
Perdidos num reino que não vem no mapa.
Pergunta, sereno, com olhar apreensivo:
Que será de nós, aqui sozinhos, aqui sós?
Inspirou e expirou lentamente, meditativo
E numa pausa repetiu: Que será de nós?

Sobre Sérgio O. Marques

Licenciado em Física/Matemática Aplicada (Astronomia) pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Mestre em Matemática Aplicada pela mesma instituição, desenvolvo trabalho no PTC (Porto Technical Centre) - Yazaki como Administrador de bases-de-dados. Dentro o meu leque de interesses encontram-se todos os temas afins às disciplinas de Matemática, Física e Astronomia. Porém, como entusiasta, interesso-me por temas relacionados com electrónica, poesia, música e fotografia.
Esta entrada foi publicada em Poemas. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s