O nosso paraíso

Aqui há tempos coloquei neste blogue um artigo com o título O
homem, última etapa da evolução
que constitui uma transcrição do capítulo de
um livro do qual não me lembro o título. Transcrevi este texto por descrever um
cenário assustador mas realista da nossa situação. Enfatizo um pequeno excerto:

Levados pelo nosso egoísmo exterminámos já grande parte dos mamíferos e
das aves, poupando apenas as espécies que nos pareciam úteis como alimento, como
ajuda para o trabalho ou para a nossa diversão
.

Enquadrado nesta ideia acrescento um tema da banda Stratovarius
cujo título é "Paradise". Trata-se de uma banda que toca mormente no estilo de
power metal. Tal estilo é
caracterizado pelo recurso a vocais límpidos em altissimo registro e solos de
guitarra deveras rápidos.

  

De seguida apresento uma tradução da letra dessa música:

O nosso paraíso (por Stratovarius)

Já é tarde e eu encontro-me novamente
A pensar e a ver televisão.
Mal posso acreditar no que vejo,
Algo que nunca desejaria ter visto.
Muitas espécies raras irão desaparecer
E será escassa a nossa alimentação.
Porque seremos assim tão egoístas?
Urge mudar de atitude.

Eu sei que não sou o único a preocupar-me.
Porque não acordamos todos
E nos damos conta disso?

Tal como os pássaros no céu,
Estamos a voar demasiado alto
Sem fazer qualquer tipo de sacrifícios.
Temos muito pouco tempo
Para redimir este crime
Ou acabaremos por perder este paraíso.

Parece-me que não existe bom senso,
Ninguém se importa, é sempre assim.
A mãe natureza chora de dor
E nós somos os únicos a culpar.

Sobre Sérgio O. Marques

Licenciado em Física/Matemática Aplicada (Astronomia) pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Mestre em Matemática Aplicada pela mesma instituição, desenvolvo trabalho no PTC (Porto Technical Centre) - Yazaki como Administrador de bases-de-dados. Dentro o meu leque de interesses encontram-se todos os temas afins às disciplinas de Matemática, Física e Astronomia. Porém, como entusiasta, interesso-me por temas relacionados com electrónica, poesia, música e fotografia.
Esta entrada foi publicada em Música. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s