Viagem do futuro

Abre-se um rasgo num lapso temporal
Em vozes distantes voltadas à mente
Sobre o pano estendido, escuro sideral,
Dos ciclos imensuráveis de tempo ausente.

Dos breves momentos de estranha loucura
Vêm fluidos psitrónicos de estranheza.
Alienantes luzeiros na noite escura
São lunáticos sussurros de sã beleza.

Marcam-se os ciclos de indícios ao pensamento
E o destino surge do lugar das estrelas
Onde o futuro lido se vai escrevendo.

Espectros do que foi, do que é, do que será
Esvoaçam num relance. E, num mundo
Que s’adivinha, o futuro s’adivinhará.

Sobre Sérgio O. Marques

Licenciado em Física/Matemática Aplicada (Astronomia) pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Mestre em Matemática Aplicada pela mesma instituição, desenvolvo trabalho no PTC (Porto Technical Centre) - Yazaki como Administrador de bases-de-dados. Dentro o meu leque de interesses encontram-se todos os temas afins às disciplinas de Matemática, Física e Astronomia. Porém, como entusiasta, interesso-me por temas relacionados com electrónica, poesia, música e fotografia.
Esta entrada foi publicada em Poemas. ligação permanente.

Uma resposta a Viagem do futuro

  1. Júlia diz:

    E que o futuro seja belo e risonho é o que desejamos.Abraço, Sérgio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s