Dança gorda

Abana o unto, rola o presunto
A pandorca alucinada.
Mexe a banha, sem assunto
Numa lufa endiabrada.

Rola o corpo no sobrado
Com trejeito duma dança.
Treme a banha em todo o lado
Da cabeça até à pança.

A prega glútea meneia
Com rigor e muito estudo.
Estarrece a sala cheia,
Deixa tudo quedo e mudo.

Bate os pés, sacode as ancas,
Oscila os braços com garra.
As pernas, em nada mancas,
Quando vão, ninguém a agarra.

Célere vai o batuque
E o bailado a acompanhar.
Cobre-se o solo com o estuque
Das paredes a abanar.

Rangem tábuas do soalho
Com giros de arrepiar.
O pó do tecto é poalho
A teimar em não passar.

Dão saltos altos, as mesas,
A saltar à cabriola
Como cabras montanhesas
Ou crianças da escola.

Em cima, os copos poisados,
Tilitam ao chegar ao chão,
Ficam feitos em bocados,
Pedaços de confusão.

O barista já aflito,
Segura-se à prateleira
Para evitar o delito
De partir a garrafeira.

O candelabro balança
Com as luzes a piscar
Pois a gorda não se cansa
E não pára de dançar.

Sobre Sérgio O. Marques

Licenciado em Física/Matemática Aplicada (Astronomia) pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto e Mestre em Matemática Aplicada pela mesma instituição, desenvolvo trabalho no PTC (Porto Technical Centre) - Yazaki como Administrador de bases-de-dados. Dentro o meu leque de interesses encontram-se todos os temas afins às disciplinas de Matemática, Física e Astronomia. Porém, como entusiasta, interesso-me por temas relacionados com electrónica, poesia, música e fotografia.
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s